Debate movimenta município de Flores

Profissionais da saúde lotaram o auditório onde foi realizado o debate

Por Flávia Albuquerque

Nesta terça (23), segundo dia de Caravana, o grupo quatro visitou o município de Flores. Lá, um dos pontos altos foi o debate. Muitos moradores estavam presentes e cerca de 90% dos participantes eram da área de saúde, entre médicos, agentes e enfermeiros. Algumas integrantes do projeto Mãe Coruja também apareceram depois mostrando interesse em participar.

O abuso e a exploração sexual, tema abordado no filme exibido, foi bastante discutido, já que os moradores afirmaram que casos ocorrem regularmente no município. Além disso, o consumo de drogas na região também foi avaliado no debate. Segundo os habitantes de Flores, o município ainda não oferece um tratamento de qualidade àqueles que procuram ajuda.

O hospital visitado no município foi a Unidade Mista Genésio Francisco Xavier, que ficava bem afastada do centro da cidade. Lá, poucos pacientes foram encontrados. “O fato de a Unidade ser longe do centro dificulta a chegada dos pacientes”, avaliou Cláudia Andrade, médica fiscal. Uma das possibilidades é que, uma vez que essas pessoas já estão na estrada a caminho do hospital, elas seguem adiante até a próxima unidade de referência, como a de Serra Talhada.

A fiscalização percebeu que existiam vários ambientes que, apesar de estarem bem equipados, estavam inutilizados, como o consultório odontológico e o centro cirúrgico. “Novamente nós vimos uma estrutura muito boa. Deu para perceber que o hospital passou por reformas recentemente e a manutenção do prédio é realizada com frequência. Porém, não encontramos pacientes suficientes para preencher os espaços”, afirmou Cláudia. Ainda segundo a médica fiscal, a administração pareceu “maquiar” tanto os ambientes quanto a questão da documentação, já que houve uma grande demora na entrega desses documentos e, enquanto eles não ficavam prontos todos tentavam mostrar como o hospital estava bem estruturado.

Anúncios
Esta entrada foi postada em Sem categoria.

2 comentários em “Debate movimenta município de Flores

  1. JOSÉ NOMINANDO DINIZ JÚNIOR disse:

    Diante do exposto pela equipe de fiscalização do CREMEPE no Hospital Genésio Francisco Xavier em Flores – PE, vale salientar que alguns fatos citados, não condizem com a realidade.
    Em primeiro lugar o consultório odontológico funciona diariamente em horários pré-estabelecidos, conforme a demanda espontânea.
    Em segundo, o hospital mantém um nível alto de consultas ambulatoriais, com internações de acordo com a necessidade do paciente em clínica médica, pediátrica e obstétrica, mesmo sendo a localização distante do centro. O hospital ainda dispõe de transportes, quando solicitado, para pacientes em urgências e emergências, não sendo verídico o deslocamento frequente para outros centros, pois o hospital oferece profissionais de saúde e atendimento de qualidade à sua população. Por fim não houve qualquer tentativa de maquiagem ou supressão da verdade quanto a apresentação de documentação ou fatos correlatos.
    Ressalto que, o que foi apresentado pela equipe do CREMEPE, reflete apenas um pequeno momento em que ocorria a presente visita.

    Agradeço pelo espaço aberto e fico a disposição para novos esclarecimentos.

    Dr. José Nominando Diniz (diretor clínico).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s